O que é?

A prática de pilates, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não trata apenas casos de “reabilitação” para aquela dor de coluna... nem é uma aula de fitness com aulas coreografadas...pilates é muito mais que isso.

Trata-se de uma modalidade composta por exercícios de baixo impacto, mas que se adapta a toda a população em geral, trazendo bem estar e melhorando a condição física de quem nos procura.

Quem pode fazer?

Qualquer pessoa pode frequentar uma aula de pilates, pois todos os exercícios podem ser adaptados à condição física da pessoa.

Desde aquela avó que nunca fez exercício físico, até ao atleta de alta competição... Todos os exercícios são adaptáveis e o nível de exigência aumenta à medida que se ganha resistência, trabalhando por objetivos - a avó gostava de poder caminhar sem dor e o atleta quer ter mais rendimento nas suas provas - com exercícios muito específicos desenvolvendo os vários grupos musculares.

Quais os benefícios desta modalidade?

Numa sala de aula, um instrutor de pilates pode ter uma população muito diversificada e, ainda assim, conseguir que todos acompanhem o plano definido. Trata-se de ouvir o aluno e, no momento, adaptar os exercícios à sua condição física, para que todos possam tirar partido da aula e usufruir dos benefícios desta modalidade.

Posso referir alguns exemplos:

- Pessoas com varizes ou pernas cansadas - melhora a circulação sanguínea, ajudando na prevenção das mesmas e trazendo melhorias significativas. Já para não falar de que deixa as pernas mais tonificadas;

- Em casos de fibromialgia - ao criar uma rotina de exercícios, executados sempre tendo em conta o limiar de dor, melhora a qualidade de vida e atenua as dores diárias próprias da patologia;

- Patologias relacionadas com a coluna - ajuda na melhoria postural e no alívio das dores recorrentes da má postura;

- Na 3ª idade - vão-se perdendo algumas faculdades que, muitas vezes, resultam em quedas. Os exercícios deverão concentrar-se mais no controlo e na coordenação de movimentos, na melhoria do equilíbrio e da proprioceção - perceção do próprio corpo ou consciência corporal, ou seja, saber onde se encontra cada membro do corpo e saber onde se encontra a própria pessoa no espaço;

- Na gestação - é das melhores escolhas, porque trabalha o corpo de forma global e os exercícios vão sendo adaptados a cada trimestre da gestação: o fortalecimento, o alongamento para evitar as dores nas costas, cãibras e a retenção de líquidos, e o controlo da respiração que é tão importante no momento do parto.

Já no pós-parto, é fundamental exercitar o soalho pélvico, para toda a musculatura interna voltar ao sítio e evitar o relaxamento dos músculos da bexiga prevenindo perdas de urina, e recuperar a zona abdominal (mais interna) para que os órgãos voltem ao sítio;

- Atletas de alto rendimento - maior estabilidade da coluna vertebral, maior capacidade de concentração, mais rendimento e uma melhor recuperação de lesões;

- Na reabilitação do cancro da mama - através de alongamentos específicos.

É realmente uma modalidade muito completa que pode facilmente praticar, alternando com outras modalidades.

Nada como experimentar...!


Sofia Leitão
Sofia Leitão

Instrutora de Pilates
Comecei o meu percurso académico na área das artes, em Peniche no ano de 2001. Mudei-me para o Algarve para abrir uma loja de artesanato e, no ano de 2007 comecei com dores nas costas, e como já tinha lido sobre Pilates e como era benéfico para o alívio das dores, resolvi inscrever-me no ginásio.

Como também sempre pratiquei desporto, fiquei rendida, completamente apaixonada pela modalidade e pelos seus benefícios, portanto resolvi fazer formação, e nunca mais parei de dar aulas e de transmitir aos outros os benefícios do pilates.

Em 2014 resolvi dar outro passo e voltar à universidade para estudar fisioterapia e, com muito orgulho, consigo conciliar as várias áreas que amo: artes, pilates e fisioterapia.

Tudo na vida se consegue, desde que se faça por amor.

Perfil Completo

Artigos relacionados
+
Share
10 POSTURAS PARA UMA MELHOR DIGESTÃO
+
Share
AS MAIORES TENDÊNCIAS DO FITNESS
+
Share
COMO POSSO DISFARÇAR OS QUILINHOS A MAIS?
Innifit nas redes